“UM HOMEM SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS”

1 Samuel 13:13-14

INTRODUÇÃO
  1. No sermão de Paulo em Antioquia, em que ele brevemente conta a
    história de Israel, ele se refere à declaração feita por Deus sobre
    Davi:

    “Encontrei Davi, filho de Jessé, um homem segundo o meu coração, que
    fará toda a minha vontade.” – Atos 13:22 (cf. 1 Samuel 13:13-14)

  2. Esse belo elogio, “um homem segundo o meu coração”, é algo que
    deveria caracterizar cada pessoa que leva o nome de Cristo

    1. Pois Davi não era apenas o ancestral de Cristo de acordo com a
      carne…
    2. Mas ele possuía muitas das atitudes que:
      1. Foram posteriormente aperfeiçoadas por Cristo
      2. Deveriam caracterizar todos aqueles que são discípulos de Cristo
  3. Neste estudo, vamos…
    1. Considerar algumas dessas atitudes que Davi tinha
    2. Ver as semelhanças entre suas atitudes e as de Cristo
    3. E encorajar todos os cristãos a terem o mesmo, para que também
      possamos ser pessoas “segundo o coração de Deus”

[Começamos, então, observando que…]

    1. DAVI AMAVA A PALAVRA DE DEUS
      1. “OH, COMO AMO A TUA LEI!” – Salmo 119:97
        1. Neste salmo, se não escrito por Davi, certamente expressa
          seu sentimento encontrado em outros lugares, encontramos alguém
          que tem um grande amor pela Palavra de Deus – cf. Salmo 119:47-48
        2. Esse amor pela Palavra de Deus se deve ao fato de…
          1. Ela o proteger do pecado – Salmo 119:11
          2. Ela o revigorar na aflição – Salmo 119:50
          3. Ela lhe dar grande paz de espírito – Salmo 119:165
      2. JESUS AMAVA A PALAVRA DE DEUS…
        1. Como é evidente em Suas frequentes citações dela
        2. Especialmente no momento de sua tentação – Mateus 4:4,7,10
      3. COMO ESTÁ O NOSSO AMOR PELA PALAVRA DE DEUS?
        1. Nós a “escondemos” em nosso coração?
        2. A encontramos como uma fonte de conforto nos momentos de
          aflição?
        3. Ela nos dá paz de espírito?
        4. Se não, devemos prestar atenção às instruções de Davi em
          Salmo 1:1-3

          1. Aprender a se deleitar na Palavra
          2. Aprender a meditar nela diariamente

— Então seremos verdadeiramente “abençoados”!

[A seguir, vemos que…]

    1. DAVI AMAVA ORAR
      1. “EU CLAMAREI A ELE ENQUANTO EU VIVER” – Salmo 116:1-2
        1. Seu amor pela oração era baseado no fato de Deus tê-lo
          atendido antes – Salmo 116:1-2
        2. Era baseado no fato de Deus tê-lo abençoado grandemente
          Salmo 116:12-13
        3. Era baseado no fato de que a oração o aproximava de Deus
          Salmo 145:18
      2. JESUS TAMBÉM AMAVA ORAR…
        1. Ele fazia questão de se retirar frequentemente para orar em
          segredo – Lucas 5:16
        2. Nos momentos de maior provação, Jesus recorria à oração…
          1. No Getsêmani – Mateus 26:36-44
          2. Na cruz:
            1. “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem.” – Lucas 23:34
            2. “Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?” – Mateus 27:46
            3. “Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito.” – Lucas
              23:46
      3. COMO ESTÁ O NOSSO AMOR PELA ORAÇÃO?
        1. A encontramos como uma fonte de paz “que excede todo o
          entendimento”? – Filipenses 4:6-7
        2. Nós “oramos sem cessar”? – 1 Tessalonicenses 5:17
        3. Se não, então permitamos que Davi nos instrua a depender da
          oração para a nossa própria preservação – Salmo 32:6-7

[Além da Palavra de Deus e da oração…]

    1. DAVI AMAVA LOUVAR A DEUS
      1. “SETE VEZES AO DIA EU TE LOUVO” – Salmo 119:164
        1. Ele louvava a Deus por causa de Seus juízos justos
        2. Ele louvava a Deus por causa de Sua grandeza e bondade
          Salmo 95:1-7
        3. E ele estava determinado a cantar louvores enquanto vivesse
          Salmo 104:33
      2. JESUS TAMBÉM AMAVA LOUVAR A DEUS…
        1. Como fez em uma ocasião publicamente em oração – cf. Mateus 11:25-26
        2. Como fez com seus discípulos em cântico – cf. Mateus 26:30
      3. NÓS AMAMOS LOUVAR A DEUS?
        1. Nós nos deleitamos em cantar louvores a Deus em cânticos?
        2. Dedicamos tempo para louvar a Deus em nossas orações?
        3. Mais uma vez, Davi tem palavras para nos encorajar nessa
          atividade – Salmo 147:1

— Assim é apropriado para aqueles que professam ser filhos de
Deus louvar seu Pai Celestial!

[Também devemos observar que…]

    1. DAVI AMAVA A UNIDADE ENTRE OS IRMÃOS
      1. “EIS QUE BOM E QUÃO SUAVE É…” – Salmo 133:1
        1. Davi conhecia o valor de uma boa amizade e unidade, como
          exemplificado no relacionamento que ele tinha com Jônatas – 1 Samuel
          18:1
        2. Ele também conhecia a terrível dor da divisão dentro de uma
          família (cf. seus filhos, Amnom e Absalão – 2 Samuel 13)
      2. JESUS TAMBÉM AMAVA A UNIDADE…
        1. Ele orava diligentemente para que Seus discípulos fossem um
          João 17:20-23
        2. Ele morreu na cruz para que houvesse unidade – Efésios 2:13-16
      3. AMAMOS A UNIDADE O SUFICIENTE PARA PAGAR O PREÇO?
        1. Ao exibir diligentemente as atitudes adequadas necessárias para
          preservar a unidade que Cristo alcançou através de Sua morte?
          – cf. Efésios 4:1-3
        2. Ao observar aqueles que causam divisão desnecessária? – Romanos 16:17

[Finalmente, devemos observar que…]

  1. DAVI ODIAVA TODO CAMINHO FALSO
    1. “ODEIO TODO CAMINHO FALSO” – Salmo 119:104
      1. Seu ódio era baseado em seu entendimento dos preceitos de Deus
        – cf. Salmo 119:104
      2. Seu ódio afetava sua seleção de atividades e amigos
        – cf. Salmo 101:3-4,6-7
    2. JESUS TAMBÉM ODIAVA O ERRO E OS CAMINHOS FALSOS…
      1. Como demonstrou ao expulsar os cambistas do templo – Mateus 21:12-13
      2. Como demonstrou em sua denúncia aos fariseus, escribas e
        juristas hipócritas – cf. Mateus 23:13-36
    3. QUAL É A NOSSA ATITUDE EM RELAÇÃO AOS CAMINHOS FALSOS?
      1. Somos tolerantes ou complacentes?
      2. Ou percebemos que estamos envolvidos em uma “batalha” pelas
        almas dos homens e não devemos pensar levianamente sobre o que é
        falso? – cf. 2 Coríntios 10:3-5
      3. Enquanto amamos o pecador, devemos sempre odiar o pecado!
CONCLUSÃO
  1. Em conclusão, foi dito a respeito de Davi que ele era alguém
    “…que fará toda a minha vontade.”Atos 13:22

    1. Porque ele era “um homem segundo o coração de Deus” e tinha todas
      essas características que consideramos nesta lição…
    2. Deus tinha confiança de que Davi faria TUDO o que Ele lhe
      pedisse
  2. Assim, é necessário ter todas as características para motivar
    alguém a ser fiel a tudo o que Deus possa pedir

    1. Vimos que Jesus as possuía, e Ele certamente estava motivado a
      fazer a vontade do Pai – cf. João 4:34; Mateus 26:42
    2. E nós? Estamos motivados a fazer TODA a vontade de Deus?

Nem todo aquele que me diz: ‘Senhor, Senhor’, entrará no
Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que
está nos céus. (Mateus 7:21)