Sermão sobre o amor de Deus pela humanidade | Sermão por Kevin Cauley

Título: O Amor de Deus pelo Homem

PROPOSIÇÃO: Nesta lição, discutiremos como Deus mostrou Seu amor pelo homem. Ele demonstrou esse amor através da 1) criação, 2) palavra escrita, 3) legislação da moralidade, 4) Seu plano para a salvação do homem e 5) a promessa de vida eterna.

Objetivos: Cada um deve entender como Deus mostrou Seu amor ao homem.

Introdução:
1. Leia: João 3:12-16
2. Sobre o Texto:
a) Um homem chamado Nicodemos veio perguntar a Jesus uma questão.
b) Jesus não respondeu sua pergunta, mas disse que ele precisava entender algumas coisas sobre sua própria situação.
c) Jesus então discutiu a necessidade que o homem tem de salvação.
d) Ele disse a Nicodemos que ele precisava nascer de novo.
e) Em seguida, Jesus explicou como Ele foi enviado a este mundo para fornecer salvação para o mundo.
f) E temos o versículo 16, talvez o verso mais famoso da Bíblia.
g) A Bíblia declara ousadamente o amor de Deus pelo homem.
h) Como Deus mostrou Seu amor pelo homem?

DISCUSSÃO: Deus mostrou Seu amor ao homem através de…

I. A Criação
1. A criação demonstra o amor de Deus?
a) Há muitos que olham ao redor do mundo hoje e só veem coisas ruins acontecendo.
b) Inundações, incêndios, tornados, furacões, vulcões, terremotos.
c) Vivemos em uma sociedade onde a mídia adora relatar as más notícias.
d) No entanto, já paramos para pensar quantas coisas boas acontecem todos os dias?
e) Temos sol, chuva; vemos árvores, grama, etc.; temos comida, roupa, abrigo, etc. todos os dias.
f) Essas coisas superam em muito as coisas ruins que acontecem no mundo.
g) E quanto à mera beleza do mundo em que vivemos?
h) O amor de Deus é demonstrado através da criação.
i) O homem vive no ambiente perfeito para sua existência.
2. O que dizem as Escrituras?
a) Leia Salmos 19:1-6
b) Mateus 5:45 diz que Deus “…faz nascer o seu sol sobre maus e bons, e faz chover sobre justos e injustos.”
c) Atos 14:17 diz: “Contudo, não deixou de dar testemunho de si mesmo, fazendo o bem, dando-vos chuva do céu e colheitas no tempo certo e suprindo-vos fartamente de alimento e de alegria de coração.”
d) Atos 17:24-28 “O Deus que fez o mundo e tudo o que nele há é o Senhor do céu e da terra e não habita em santuários feitos por mãos humanas. Ele não é servido por mãos de homens, como se necessitasse de algo, porque ele mesmo dá a todos vida, respiração e tudo mais. De um só fez ele todos os povos, para que povoassem toda a terra, tendo determinado os tempos anteriormente estabelecidos e os lugares exatos em que deveriam habitar. Deus fez isso para que os homens o buscassem e talvez, tateando, pudessem encontrá-lo, embora não esteja longe de cada um de nós. Pois nele vivemos, nos movemos e existimos’, como disseram alguns dos poetas de vocês: ‘Também somos descendência dele’.”
e) 1 Timóteo 6:17 diz que devemos confiar em Deus “que nos dá ricamente todas as coisas para delas desfrutarmos.”

II. A Palavra Escrita
1. Como a palavra escrita demonstra o amor de Deus por nós?
a) Você já conheceu um pai que amava seu filho e não se comunicava com ele?
b) E quanto a um marido que amava sua esposa e não se comunicava com ela? Ou vice-versa?
c) Quando amamos alguém ou algo, é natural querer se comunicar com eles.
d) As pessoas falam com seus animais de estimação.
e) Elas falam com as plantas.
f) Falar uns com os outros indica nosso amor pelo nosso semelhante.
g) Quanto mais indica o amor de Deus por nós?
2. Além disso, se Deus espera um certo padrão de comportamento e não nos diz qual é esse padrão, como podemos dizer que Ele nos ama?
a) Pode o pai dizer que ama o filho que não o alerta sobre o perigo?
b) Pode o marido dizer que ama a esposa que não lhe diz suas expectativas e vice-versa?
3. A Bíblia nos revela que Deus, em Seu amor pelo homem, se comunicou com o homem.
a) Considere Deuteronômio 30:11-16
b) Salmos 119:105 “Lâmpada para os meus pés é a tua palavra, e luz para o meu caminho.”
c) João 6:63 “O espírito é o que vivifica, a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos tenho dito são espírito e são vida.”
d) Atos 20:32 “Agora, pois, recomendo-vos a Deus e à palavra da sua graça, que tem poder para edificar e dar herança entre todos os que são santificados.”
e) Não podemos ver o grande amor de Deus simplesmente no fato de que Ele nos deu Sua palavra?

III. Um Padrão de Moralidade
1. Deus mostrou Seu amor ao nos dar um padrão de moralidade?
a) O que aconteceria se não tivéssemos padrões para o comportamento humano no mundo?
b) Seria uma situação em que você gostaria de estar?
c) Um pai seria amoroso se não tivesse um padrão de comportamento para seus filhos?
d) O fato de Deus nos dar um padrão de comportamento significa que Ele nos ama e quer que vivamos vidas felizes.
e) Os padrões de moralidade que Deus nos deu são projetados para isso.
2. O que dizem as Escrituras?
a) Leia Salmos 19:7-10
b) Considere Romanos 13:8-10 “Não devam nada a ninguém, a não ser o amor de uns pelos outros, pois aquele que ama seu próximo tem cumprido a lei. Pois estes mandamentos: ‘Não adulterarás’, ‘Não matarás’, ‘Não furtarás’, ‘Não cobiçarás’ e qualquer outro mandamento, todos se resumem neste preceito: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’. O amor não pratica o mal contra o próximo. Portanto, o amor é o cumprimento da Lei.” Se o padrão de moralidade de Deus envolve amor, não esperaríamos que aquele que o deu nos amasse quando o deu?
c) É amoroso ensinar os outros a amar. 1 Tessalonicenses 4:9 “Quanto ao amor fraternal, não há necessidade de que eu vos escreva, pois vós mesmos estais por Deus instruídos que vos ameis uns aos outros.”
d) Considere as advertências que a Bíblia tem para o homem, como 1 Coríntios 6:18 “Fugi da impureza. Qualquer outro pecado que uma pessoa cometer é fora do corpo; mas aquele que pratica a imoralidade peca contra o seu próprio corpo.”
e) Deus não nos deixou sem padrões de comportamento. Ele nos amou o suficiente para nos dar esses padrões.

IV. Seu Plano para a Salvação do Homem
1. Sem o amor de Deus, o homem estaria em uma situação terrível.
a) O pecado separa o homem de Deus, de acordo com Isaías 59:2.
b) E apenas um pecado nos condenará eternamente se não estivermos… (continua)