Sermão sobre o álcool | O pecado de usar bebidas fortes

Categorias: Esboços de Sermões, Esboços de Sermões Temáticos Tags: Sermões sobre Álcool, Sermões sobre Pecado |

Sermão sobre Álcool

Sermão sobre Álcool — Esboço de sermão sobre o tema do consumo de álcool (bebida forte) retirado principalmente do Antigo Testamento.

INTRODUÇÃO:

1. Provérbios 20:1, “O vinho é escarnecedor, a bebida forte alvoroçadora; e todo o que neles errar não é sábio.”

2. A sociedade em que vivemos quer que você beba álcool.

1) Beba quando estiver feliz.

2) Beba quando estiver triste.

3) Beba quando estiver sociável.

4) Beba quando estiver comendo.

5) Beba ao ir para a cama.

6) Beba logo cedo.

3. Eles dizem para “beber com responsabilidade”, mas bebem.

4. Eles querem que você beba mesmo que:

1) Haja um rastro de destruição causado pelo consumo de álcool.

2) Famílias destruídas. Casamentos e crianças deixadas na destruição.

3) Promessas quebradas e santidade manchada.

4) Amizades desfeitas.

5) Violência familiar.

6) Mortes nas estradas.

7) Há um desperdício total quando a atração pelo álcool lentamente suga a vida de um homem ou mulher antes produtivos.

5. Vamos dedicar um tempo para descobrir o que Deus, nosso criador, tem a dizer sobre o consumo de álcool.

DISCUSSÃO:[ discussão deste sermão sobre álcool ]

I.   Deus nos fala sobre a embriaguez de Noé após o dilúvio, Gen. 9:18 e ss. A primeira menção de vinho traz tragédia.

II.  Prov. 23:29-32

1. vv. 29-30, A bebida forte traz “aflição, tristeza, contendas, palavras vãs, feridas sem causa, olhos vermelhos.”

2. vv. 30-33, A bebida forte faz os homens mentirem, buscarem mulheres más…

3. vv. 31-32, Se é errado olhar para bebida intoxicante, certamente é errado bebê-la!

III. Lev. 10:9, Bebida forte proibida aos sacerdotes. 1 Ped. 1:15-16.

IV.  Num. 6:1-3, Proibido aos Nazireus

V.   Dn. 1:8, Daniel recusou-se a tocá-la.

VI.  Juízes 13:4, 7, 12-14, A mãe de Sansão não deveria bebê-la.

VII. Deut. 29:5-6, Israel não a bebeu no deserto.

VIII.Prov. 31:5-6, Reis proibidos de bebê-la.

IX.  Is. 56:12, A bebida cega os homens para os fatos futuros que devem encarar. Jl. 1:5

X.   Jl. 3:3, A bebida forte destruiu Israel a ponto de “venderem uma menina por vinho, para poderem beber.”

XI.  Prov. 21:17. O vinho empobrece.

XII. Is. 5:11-12. A bebida forte fará os homens “não considerarem a obra do Senhor, nem verem a obra das suas mãos.”

XIII.Is. 28:1, 3, 7. “erram na visão, tropeçam no juízo.”

XIV. Jer. 35:6, o voto dos Recabitas.

XV.  Os. 4:11, O vinho tira o coração, os sentidos, faz os homens agirem como tolos.

XVI. Hc. 2:15, “Ai daquele que dá de beber ao seu próximo…”

CONCLUSÃO: [ fim deste sermão sobre álcool ]

1. A melhor sabedoria que a humanidade já conheceu nos adverte contra a bebida forte.

2. A mente de Deus, nosso Criador e sustentador, nos adverte contra a bebida forte.

3. Nós, como cristãos, precisamos ser santos e discernir o bem do mal.

4. A bebida forte ataca essa capacidade desde o primeiro gole.

5. Olhe ao redor para a destruição que a bebida causa.

6. Prometa hoje deixá-la de lado, ser santo e discernir