Sermão sobre a Autoridade de Deus – por Bill Jackson

Categorias: Esboços de Sermões, Esboços de Sermões Temáticos Tags: Sermões sobre Deus

Sermão sobre a Autoridade de Deus – Esboço de sermão por Bill Jackson no qual ele raciocina a partir da natureza de Deus, Sua autoridade e a autoridade de Sua palavra e nossa obrigação de obedecer.

Introdução:

1. Apenas uma palavra, mas que palavra importante!

2. Como eu a vejo diz muito sobre mim e meu relacionamento com Ele.

3. Muito das visões religiosas é centrado no desprezo pela autoridade!

DISCUSSÃO: Neste sermão sobre a autoridade de Deus…

I. A Questão da Autoridade é Real Quando Pensamos no Ser de Deus.

A. Se o Senhor existe, o homem, não sendo um deus, está sujeito a Ele!

B. Do homem, o Senhor disse: “Eu o formei para mim” (Isaías 43:21).

1. Falou de Israel, e não menos de todos os homens.

2. Fazer a vontade de Deus, o TODO (dever) do homem (Eclesiastes 12:13).

3. O homem deve lidar com a divindade – não há escolha! (Hebreus 4:13).

II. Note as Declarações Onde Deus Mostra Sua Autoridade Sobre Nós.

A. Ele é o juiz de toda a terra (Gênesis 18:25).

B. Todos nós compareceremos diante do tribunal de Cristo (2 Coríntios 5:10).

C. Cada um de nós prestará contas de si mesmo a Deus (Romanos 14:12).

D. Cada obra, boa ou má, será julgada (Eclesiastes 12:14).

E. Naquele dia, julgamento dos segredos dos homens (Romanos 2:16).

F. A obra de cada homem será julgada sem favoritismos (1 Pedro 1:17).

G. Cada palavra ociosa será considerada no julgamento (Mateus 12:36).

H. Podemos ler tais versículos e não perceber que estamos sob autoridade de Deus?

III. Esse Sentido de Autoridade Instiga uma Atitude Adequada, Uma Disposição para Com Deus e as Coisas de Deus.

A. Para com a Palavra de Deus.

1. Me sinto obrigado por ela, vinculado ao que ela diz?

2. Ou eu a vejo como “séria, mas não muito séria?”

3. Posso ser lembrado de Sua seriedade no assunto?

a. “Não acrescente nem retire” (Deuteronômio 4:2).

b. Não acrescente, para que Ele não o repreenda e o torne mentiroso (Provérbios 30:6).

c. As palavras faladas serão a base do julgamento (João 12:48).

d. No final do Apocalipse, e no final da Bíblia, o aviso: Não acrescente nem retire (Apocalipse 22:18-19).

B. Então, para com o Cristo.

1. Isso se aplicará ao mesmo: o Cristo, a Palavra de Deus.

2. O Pai agora fala através de Seu Filho (Hebreus 1:1-2).

3. “… Meu amado Filho; OUVEI-O” (Mateus 17:5).

4. Condenados se ultrapassarmos a doutrina de Cristo (2 João 9).

C. Então, para com o ENSINO DO NOVO TESTAMENTO sobre o Cristo.

1. Sobre a igreja.

2. Sobre o plano de salvação.

3. Sobre o culto conforme a ordem do Novo Testamento.

4. Sobre a organização da igreja – etc., etc.

Conclusão: Finalmente, neste sermão sobre a autoridade de Deus…

1. A divisão religiosa sempre foi uma reação pecaminosa à AUTORIDADE.

2. A divisão dentro do reino foi a mesma; o liberalismo de nosso tempo atual é uma rebelião contra a AUTORIDADE.

3. A resposta adequada à AUTORIDADE é obedecer e então viver obedientemente em todas as coisas; se você não é cristão, esperamos que hoje tenha fé, se arrependa dos pecados, confesse Cristo e seja batizado POR SUA AUTORIDADE!

Veja também: