Reflexões sobre a realização da obra de Deus: Eliseu Faz Flutuar um Machado – Série Eliseu (Mensagem 10)

Texto: 2 Reis 6.1-7

I.) Ao percebermos uma necessidade, devemos nos dispor para apresentarmos uma solução – v. 1,2
– A iniciativa partiu dos discípulos e não de Eliseu (v. 1). A iniciativa não precisa partir necessariamente do líder.
– Eles tiveram uma visão e traçaram uma estratégia para alcançarem a visão.
– Mostraram disposição para o trabalho; não foram displicentes, nem preguiçosos.

II.) O trabalho deve ser feito em conjunto, e não individualmente – v. 2
– “Vamos […] tomemos […] construamos […] habitemos”.
– Ninguém faz nada de valor sozinho; é necessário trabalho em equipe.

III.) Todos os projetos e ações devem ser submetidos à liderança – v. 1, 2
– O grupo de profetas não tomou nenhuma atitude sem antes consultar o profeta Eliseu. Só depois de terem obtido o aval do profeta é que partiram à execução do projeto.

IV.) Os líderes devem caminhar junto aos seus liderados – v. 3, 4 a
– “Eliseu não era ocupado e nem orgulhoso demais para participar do trabalho […] a presença dele encorajava os jovens” (W. Wiersbe).
– Apesar de ter o respeito de pessoas importantes (reis, oficiais de exércitos), Eliseu não deixou de dar atenção a esse grupo de discípulos.
– É muito importante que os líderes estejam junto, acompanhando, encorajando, apoiando e dando o exemplo para os liderados.

V.) É necessário trabalho duro – v. 4 b
– “Chegados ao Jordão, cortaram madeira” (ARA); “começaram a trabalhar” (NTLH).
– Cortar madeira é um trabalho pesado, duro e cansativo.
– Não se faz a obra de Deus com displicência; é necessário dedicação, compromisso, comprometimento.

VI.) As dificuldades são inevitáveis na realização da obra de Deus – v. 5
– O homem buscou a ajuda o profeta; também precisamos buscar ajuda nas dificuldades.

VII.) O poder para realizar a obra não é nosso, e, ao executá-la, muitas vezes perdemos o poder – v. 5
– O ferro do machado representa o poder. Era emprestado.
– O poder do Espírito Santo, com o qual realizamos a obra de Deus, não é nosso; é “emprestado”.

– É impossível cortar árvores só com o cabo. Além do cabo é necessário o machado.
– Da mesma maneira, não se pode fazer a obra de Deus na força humana; é muito difícil. É necessário o poder do Espírito Santo de Deus. Ver Atos 1.8.

VIII.) Precisamos reconhecer onde temos perdido o poder – v. 6 a
– Só quem perdeu o poder sabe onde perdeu, sabe o que ocorreu para que o poder se perdesse.

IX.) Contemos com milagres (ações sobrenaturais) da parte de Deus – v. 6 b
– Eliseu fez flutuar o ferro! Foi um milagre, foi algo sobrenatural!
– Precisamos de milagres; oremos por milagres.

X.) Recuperemos o poder e voltemos ao trabalho – v. 7
– Que passos práticos temos dado para sermos novamente cheios do Espírito Santo?

Pr Ronaldo Guedes Beserra, SP, 02.06.2022

Ouça essa mensagem pelo YouTube em https://www.youtube.com/watch?v=BCrmK4yVy0s&list=PLsjoeaXyI1DntYm5roXVwVa7Hw7GdmQw6&index=10

Siga o Pr Ronaldo no Instagram https://www.instagram.com/ronaldoguedesbeserra/

Visite o site do Pr Ronaldo em https://ronaldoguedesbeserra.com.br/

Sobre Cristianismo Total

Cristianismo Total é um blog evangélico que tem como objetivo difundir a fé Cristã, que é a mensagem através da qual o Deus Eterno se revelou à humanidade.



Fonte: Cristianismo Total