O Reino Inabalável – Uma Visão Surpreendente da Igreja

Categorias: Esboços de Sermões, Esboços de Sermões Temáticos Tags: Sermões sobre a Igreja, Sermões sobre o Reino

Reino Inabalável – Esboço de sermão por Tom Moore sobre a visão impressionante do escritor de Hebreus sobre a igreja que Jesus construiu.

TÍTULO: O Reino Inabalável – Uma Visão Impressionante da Igreja

INTRODUÇÃO:

A. Hebreus 12:18-22, 27-28

1. A inspiração diz:

a. Vocês não chegaram ao Monte Sinai (ou a qualquer outra montanha semelhante), mas chegaram ao Monte Sião

b. O “Monte Sião” é a igreja do Senhor

c. A igreja é o reino inabalável

2. “Não pode ser movido” (abalado – ASV) é traduzido de asaleutos (asaleutos)

a. Significa não suscetível a desordem ou derrubada; firme, estável.

b. Lucas 6:48

3. A criação material está sob a promessa divina de que será abalada

a. Mas a igreja/reino do Senhor está sob a promessa sagrada de que não pode ser abalada

b. Lucas 1:30-33

c. “Do seu reino não haverá fim”

B. Muitos irmãos estão tentando mudar a igreja do Senhor

1. Muitos falam e escrevem sobre “reestruturar a igreja”.

2. James Woodroof, em seu livro A Igreja em Transição, diz: “Qualquer instituição que pense que pode tratar o futuro como uma mera extensão do passado ou do presente está condenada ao fracasso. Isso é especialmente verdade para a igreja.”

3. Ele está dizendo que a igreja descrita no primeiro século não pode atender às necessidades de hoje.

4. Nada pode estar mais longe da verdade

C. A igreja do Senhor é ao mesmo tempo humana e divina

1. Ou seja, é a instituição divina de salvação da alma de Deus, divina em conceito, natureza e propósito.

2. Mas esta instituição divina é formada por seres humanos

3. Há um lado divino e um lado humano

a. No lado divino, é absolutamente perfeição máxima

b. Se houver alguma imperfeição, está no lado humano.

4. Os seres humanos, que compõem a igreja, podem mudar

a. De melhor para pior, ou

b. De pior para melhor

5. Mas no lado divino – não pode haver mudança. Não podemos mudar:

a. Sua cabeça – Colossenses 1:18

b. Autoridade – Mateus 28:18

c. Fundação – 1 Coríntios 3:11

d. Mensagem

1) Os homens podem pregar uma mensagem deturpada, mas não podem mudar a mensagem autorizada divinamente

2) Gálatas 1:6-10

DISCUSSÃO

A. Desde a eternidade a igreja do Senhor estava no plano eterno de Deus – Efésios 3:10-11

B. O Senhor prometeu – Mateus 16:18

1. Assim, a igreja seria construída sobre Cristo

2. Isaías olhando para Cristo como fundamento da igreja disse – Isaías 28:16

C. O escritor inspirado de Hebreus chama esta instituição divina de “reino que não pode ser abalado”. É enfatizado que aqueles em Cristo – Hebreus 12:22-24

D. Em Daniel 2, Deus, através de Daniel, explicou a Nabucodonosor o significado de seu sonho. O rei viu uma cabeça de ouro, braços peito de prata, barriga e coxas de bronze pernas de ferro com pés parte de ferro e argila.

1. Daniel explicou que essa grande imagem representava o Império Babilônico, o Império Medo-Persa, o Império Grego e o Império Romano.

2. Com referência ao Império Romano, Daniel explicou que – Daniel 2:44

3. Foi nos dias “desses reis” que a igreja do Senhor foi estabelecida no primeiro Pentecostes após a ressurreição de Jesus (Atos 2) e permanecerá para sempre.

E. Daniel 7:13-14

1. Daniel viu o Filho do homem ascender sobre as asas das nuvens do céu.

2. Que as nuvens o trouxeram ao “Ancião de Dias” – Deus

3. E que lhe foi dado domínio, e glória, e um reino, para que “todas as pessoas, nações e línguas o servissem”.

4. Daniel explica que este reino “… é um domínio eterno, que não passará, e seu reino que nunca será destruído.”

5. Note-se aqui que Deus não está dizendo que a igreja nunca terá problemas, mas que sempre será ultimamente vitoriosa.

F. Vamos agora olhar para a Igreja Vitoriosa conforme apresentada no Apocalipse.

1. Apocalipse 6:9-11 – aqui parece haver um sentido de derrota.

a. No capítulo 20, no entanto, nos é dada uma imagem dessas mesmas almas, agora removidas de debaixo do altar, e sentadas “em tronos”.

b. Esta é uma cena de vitória

c. De fato, “A Igreja Vitoriosa” é o tema básico do Apocalipse.

2. Ao estudar os capítulos 5 a 11, você notará a batalha constante em curso entre o mundo e a igreja

3. Em seguida, você perceberá nos capítulos 12 a 20 o mesmo conflito, mas com ênfase na batalha entre Cristo e Satanás.

a. No capítulo 20, após a derrota da besta e do falso profeta, e do dragão (Satanás), nos é dada uma imagem dessas mesmas almas agora sentadas em tronos.

b. Esta é uma cena de vitória

c. Tirar essas almas de debaixo do altar e colocá-las em tronos, reinando com Cristo, é “a primeira ressurreição” – vitória de Cristo e de seus santos.

d. Todas as forças do mal combinadas não puderam, e não podem, destruir a igreja do Senhor. Ela é de fato um reino inabalável.

4. Observe a bela imagem pintada para nós em Apocalipse 19:11-16

a. Claramente, o cavaleiro do cavalo branco é Cristo

b. E o cavalo, neste caso, pode ser a igreja do Novo Testamento, e o “branco” é o símbolo da vitória.

c. Nos é dito que a besta e os reis da terra, e seus exércitos, se reuniram para fazer guerra contra Aquele que estava assentado sobre o cavalo branco e contra o seu exército.

d. “E a besta foi presa, e com ela o falso profeta…. ambos foram lançados no lago que arde com fogo…” (Ap. 19:19-20).

e. Apenas o dragão (Satanás) restou e ele foi finalmente “lançado no lago de fogo e enxofre, onde está também a besta e o falso profeta; e serão atormentados dia e noite para todo o sempre” (Ap. 20:10).

5. Apocalipse 20:11-15 – Aqui nos é dada a cena do “Grande Trono Branco”, claramente uma cena de julgamento.

a. João então vê – Apocalipse 21:1-2

b. Então João ouve – Apocalipse 21:3-7

G. Seja o que mais possa estar incluído na bela simbologia assim apresentada, a mensagem dada tinha que ter um significado muito especial para esses cristãos aos quais o livro do Apocalipse foi primeiramente dirigido – aqueles santos de Deus perseguidos e sofredores que passavam por terríveis perseguições pelo Império Romano.

1. A simbologia pode se estender para incluir pontos e pensamentos até do juízo final e do céu para os justos e do inferno para os ímpios; mas a mensagem básica era: “Há uma maravilhosa Vitória em Jesus!”

2. Os capítulos finais do Apocalipse enfatizam a Igreja triunfante de nosso Senhor!

CONCLUSÃO

A. Romanos 8:35-

39

B. E nos alegramos muito que possamos ser servos fiéis e cidadãos no reino inabalável!