O MAU NEGÓCIO DE ESAÚ

Gênesis 25:29-34

INTRODUÇÃO
  1. Uma das figuras mais tristes da Bíblia é a de Esau
    1. Primogênito de Isaque e Rebeca, irmão gêmeo de Jacó – cf.
      Gên 25:21-26
    2. Amado por seu pai Isaque, um hábil caçador – Gên 25:27-28
  2. Esau era um homem que tinha seu lado bom…
    1. Ele mostrou bondade a seu irmão que o havia enganado – cf. Gên
      33:1-16
    2. Ajudou a enterrar seu pai Isaque – Gên 35:29
  3. Mas em duas ocasiões ele foi manipulado por seu irmão Jacó…
    1. A primeira quando Esau vendeu seu direito de primogenitura por um prato de lentilhas
      Gên 25:29-34
    2. A segunda quando Jacó roubou a bênção destinada a Esau – Gên
      27:1-41

[Neste estudo, vamos focar nossa atenção na primeira ocasião e nas lições que podemos extrair dessa circunstância infeliz na vida de Esau…]

    1. ESAU VENDEU SEU DIREITO DE PRIMOGENITURA
      1. DIREITO DE PRIMOGENITURA DE ESAU…
        1. As vantagens físicas do direito de primogenitura
          1. Continha uma porção dupla da herança do pai – Deut
            21:17

            1. A quantidade teria sido muito grande
            2. O que ele eventualmente recebeu também foi grandioso – cf. Gên
              36:6-7
          2. Oferecia regra e autoridade sobre outros membros da família
            – cf. Gên 27:29
        2. As vantagens espirituais deste direito de primogenitura em particular
          1. Patriarca e sacerdote da casa na morte de seu pai
            (Barnes, Clarke)
          2. Chefe da família escolhida e herdeiro da bênção prometida
            (Barnes)
          3. Capaz de invocar a bênção de Abraão, em relação à
            promessa tríplice – cf. Gên 28:4; 12:1-3

— Estas eram as questões em jogo quando Jacó e Esau negociaram sobre
o direito de primogenitura

      1. O MAU NEGÓCIO DE ESAU…
        1. Esau escolheu o sensorial sobre o espiritual
          1. Cedeu aos desejos de sua fome – Gên 25:29-34
          2. Valorizou mais o ensopado vermelho do que seu direito de primogenitura
          3. Por esse motivo foi chamado de “profano” – Hb 12:16
        2. Esau escolheu o presente sobre o futuro
          1. Abandonou recompensas futuras pela gratificação presente
          2. O ensopado pode ter saciado sua fome naquele dia, mas
            e o amanhã?
          3. Isso também o tornou uma pessoa “profana”

— Por prazeres temporários e físicos, Esau vendeu seu direito de primogenitura;
que péssimo negócio!

[Certamente não pensaríamos em fazer o mesmo tipo de negócio, não é mesmo? Talvez não com uma herança que poderíamos receber de nossos pais; mas e quanto à nossa herança espiritual…?]

    1. ESTAMOS VENDENDO NOSSO DIREITO DE PRIMOGENITURA?
      1. NOSSO DIREITO DE PRIMOGENITURA COMO CRISTÃOS…
        1. Somos herdeiros segundo a promessa feita a Abraão – Gá 3:29
        2. Somos co-herdeiros com Cristo – Rm 8:16-17
          1. Somos herdeiros segundo a esperança da vida eterna – Tt 3:7
          2. Somos herdeiros do reino que Ele prometeu – Tg 2:5;
            cf. 2Pe 1:11
        3. Nele, todas as coisas são nossas – 1Co 3:21-23; cf. Ap 21:7
        4. Nossa herança é incorruptível, imaculada, que não desvanece,
          reservada nos céus – 1Pe 1:4

— Que direito de primogenitura maravilhoso, e não apenas limitado a coisas no além! – cf. Mc 10:28-30

    1. ESTAMOS FAZENDO UM MAU NEGÓCIO…?
      1. Como podemos vender nosso direito de primogenitura?
        1. Cedendo aos prazeres passageiros do pecado – cf. Hb 11:24-26
        2. Desejando as coisas do mundo – cf. 1Jo 2:15; Tg 4:4
        3. Andando segundo a carne em vez do Espírito – cf.
          Gá 5:16-26
      2. Como podemos manter nosso direito de primogenitura?
        1. Buscar a paz e a santidade – cf. Hb 12:14
        2. Cuidar para não cair da graça de Deus – cf. Hb 12:15
        3. Exercitar disciplina e piedade – cf. 1Co 9:24-27; 1 Tm
          4:7-8
CONCLUSÃO
  1. Esau cometeu o erro de…
    1. Desvalorizar o seu direito de herança
    2. Ceder aos desejos da carne
  2. Nós podemos cometer um erro semelhante…
    1. Não apreciar o valor de nossa herança em Cristo!
    2. Ceder ao apelo da gratificação imediata da carne!

Se não tomarmos cuidado, chegará o momento em que será tarde demais; não importa
quantas lágrimas possamos derramar, será tarde demais para mudar a mente de Deus
(cf. Hb 12:17). Por isso, precisamos atentar para advertências como a
dada pelo apóstolo Paulo:

“Nós, pois, como colaboradores de Deus, também vos exortamos a que não recebais em vão a graça de Deus. Pois ele diz: “Eu te ouvi no tempo aceitável e te ajudei no dia da salvação.” Eis agora o tempo aceitável; eis agora o dia da salvação.”
– 2Co 6:1-2

Você está correndo o risco de vender seu direito de primogenitura como cristão?