Levítico 8 – Ordenação Ministerial –

LEVÍTICO 8 – ORDENAÇÃO MINISTERIAL

  • Levítico 8 – ” é mais um estudo desta série que visa (re)aproximar o povo de Deus deste livro bíblico que tem sido (lamentavelmente) ignorado por muitos cristãos e líderes religiosos. Contudo, ele é tão inspirado quanto Gênesis e Êxodo, tão atual como Mateus e Apocalipse, pois a Palavra de Deus nunca caduca, perde a validade ou desvaloriza.
  • “Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.” – 2 Timóteo 3:16,17
  • “Em toda a Bíblia, não há outro livro como Levítico, com tantas palavras proferidas pelo próprio Deus”. (Andrew Bonar)
  • A Bíblia toda foi escrita por homens inspirados por Deus, com exceção dos Dez Mandamentos, que Deus mesmo escreveu. Em contrapartida, em Levítico, Deus “é o orador direto em quase todas as páginas, e Suas palavras foram registradas exatamente como as pronunciou. Este fato não nos deixa outra escolha, a não ser estudar Levítico com todo interesse e atenção” (Bonar).

O Capítulo 8 de Levítico nos apresenta um modelo bíblico de ordenação ministerial:

  • POR UMA ORDEM DIVINA
  • DIANTE DE TODA A CONGREGAÇÃO
  • COM PRECEITOS DE SANTIFICAÇÃO
1ª LIÇÃO: POR UMA ORDEM DIVINA

Falou mais o SENHOR a Moisés, dizendo: Toma a Arão e a seus filhos com ele…”

Um dos maiores desastres que tem acontecido com bastante frequência no seio da igreja brasileira é a usurpação ministerial. Pessoas sem nenhum temor de Deus se dão cargos, ofícios e  títulos à torto e direita (pastor, pastor presidente, bispo, apóstolo etc.). Em razão de que o Brasil é um país laico, do ponto de vista legal não há nada  que possamos fazer para impedir isso.

Mas podemos, e devemos orar. Devemos e podemos, também, aconselhar, repreender os atrevidos e repudiar os seus “títulos”.

O Novo Testamento mantém este princípio: “A ninguém imponhas precipitadamente as mãos, nem participes dos pecados alheios; conserva-te a ti mesmo puro.” – 1 Timóteo 5:22

E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição. E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade. E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita. 2 Pedro 2:1-3

2ª LIÇÃO: DIANTE DE TODA A CONGREGAÇÃO

“E reúne toda a congregação à porta da tenda da congregação. Fez, pois, Moisés como o Senhor lhe ordenara, e a congregação reuniu-se à porta da tenda da congregação. Então disse Moisés à congregação: Isto é o que o Senhor ordenou que se fizesse.” – Levítico 8:3-5

Em primeiro lugar de importância, a ordem divina, é claro, mas o reconhecimento da congregação é indispensável para o desempenho da função ministerial. Alguns que se autodenominam “autoridades” sobre o povo de Deus o fizeram diante de um pequeno grupo de puxa-saco, outros, piores ainda, o fizeram sozinhos. Assim, do nada, saíram do lugar onde estavam e foram para outros “campos” já se apresentando como autoridade eclesiástica.

Conheci um sujeito que simplesmente criou um e-mail novo e já começou a se apresentar como pastor (ex.: [email protected]).

A usurpação ministerial é uma das maiores expressões da falta de temor de Deus que eu conheço. Estes atrevidos se infiltram em nosso meio “pregando” heresias,  se beneficiando monetariamente, sem entendimento da Palavra, desprovidos do poder do Espírito Santo, enganados e enganando (cego guiando cegos).

“Porque se levantarão falsos cristos, e falsos profetas, e farão sinais e prodígios, para enganarem, se for possível, até os escolhidos.” – Marcos 13:22

3ª LIÇÃO: COM PRECEITOS DE SANTIFICAÇÃO

“E Moisés fez chegar a Arão e a seus filhos, e os lavou com água… E pôs a mitra sobre a sua cabeça; e sobre esta, na parte dianteira, pôs a lâmina de ouro, a coroa da santidade, como o Senhor ordenara a Moisés. Então Moisés tomou o azeite da unção, e ungiu o tabernáculo, e tudo o que havia nele, e o santificou; e dele espargiu sete vezes sobre o altar, e ungiu o altar e todos os seus utensílios, como também a pia e a sua base, para santificá-las. Depois derramou do azeite da unção sobre a cabeça de Arão, e ungiu-o, para santificá-lo“. – Levítico 8:6-12

Quem ordena pessoas ao ministério deve ensiná-las como se santificar, como se manterem limpos e como manter o altar santificado. Vidas limpas, altares limpos.

E deve acompanhar a carreira destes novos ministros, como Paulo fazia com Timóteo, e não largá-los pelo mundo sem freio algum.

“Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor”. – Hebreus 12:14

“Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade.” – João 17:17

CONCLUSÃO

O Capítulo 8 de Levítico nos apresenta um modelo bíblico de ordenação ministerial:

  • POR UMA ORDEM DIVINA
  • DIANTE DE TODA A CONGREGAÇÃO
  • COM PRECEITOS DE SANTIFICAÇÃO

Vamos juntos resgatar a dignidade ministerial, tanto pelo lado positivo, valorizando os escolhidos de Deus para tais funções, quanto pelo lado negativo, rejeitando os atrevidos.

 

Título: Levítico 8 – Ordenação Ministerial
Autor: Pr Ronaldo Franco
Data: 04/12/2022

Deixe seu comentário logo abaixo.

Veja também nossos demais esboços: Esboços

 


O Site do Pastor está no ar desde 30/09/2003 disponibilizando mensagens, esboços de sermão, ilustrações, estudos bíblicos. Bem como reflexões teológicas, correções de interpretações bíblicas populares, cursos bíblicos. Do mesmo modo, material para discipulado, cursos de pregação básico e avançado. Assim como Bíblia online, clip-art evangélico, dicionário bíblico online, ditados populares, amplo material para curso básico de violão, coletânea de frases inspiradoras, indicação de sites confiáveis. Ainda mais uma infinidade de ferramentas para os pregadores da Palavra de Deus e para o Seu povo.  Por exemplo, em seu conteúdo — totalmente categorizado — você irá encontrar:

Temas Gerais, tais como: Ânimo, Atrevimento, Auto Estima, Código da Bíblia, Código da Vinci, Compaixão, Companheirismo, Conformismo, Desprendimento, Egoismo, Empatia, Ganância, Gratidão, Histórias, Inveja, Mansidão, Murmuração, Quebra de Maldição, Vingança, etc.

Igualmente, Temas Teológicos, tais como: Adoração, Batalha Espiritual, Boas-obras, Consagração, Crescimento espiritual, Crucificação, Cruz de Cristo, Cura divina, Devocional, Discipulado, Dons espirituais.

Por exemplo, temas como Imposição de Mãos, Ilustrações evangélicas, Intercessão, Juízo Final, Livramento, Medo, Oração, interpretação da Palavra de Deus. Revelação, Sabedoria, Salvação, Santa Ceia do Senhor, Santificação, Soberania de Deus, Temor de Deus, Tribulação, Trindade, Unção do Espírito Santo, etc. Temas Ministeriais, tais como: Apologia, Autoridade ministerial, Avivadores, Avivalistas e Avivamentos, Capacitação, Defesa da Fé, Didática cristã, Evangelismo. Bem como Temas para jovens, Homilética e Hermenêutica, Pregação Bíblica, Pregação Expositiva, Pregação Temática, como realizar uma cerimônia de casamento evangélica, etc. Nesse sentido, lembre-se que uma vez cadastrado, você poderá também fazer comentários em qualquer na grande maioria das nossas publicações. Aproveite. Marque sua presença.

Enfim, ajude-nos nesta obra, orando por nós.

Em Cristo Jesus
Equipe Site do Pastor

O Site do Pastor está no ar desde 30/09/2003 disponibilizando mensagens, esboços de sermão, ilustrações, estudos bíblicos. Bem como reflexões teológicas, correções de interpretações bíblicas populares, cursos bíblicos. Do mesmo modo, material para discipulado, cursos de pregação básico e avançado. Assim como Bíblia online, clip-art evangélico, dicionário bíblico online, ditados populares, amplo material para curso básico de violão, coletânea de frases inspiradoras, indicação de sites confiáveis. Ainda mais uma infinidade de ferramentas para os pregadores da Palavra de Deus e para o Seu povo.  Por exemplo, em seu conteúdo — totalmente categorizado — você irá encontrar:

Em síntese, tem temas Gerais, tais como: Ânimo, Atrevimento, Auto Estima, Código da Bíblia, Código da Vinci, Compaixão, Companheirismo, Conformismo, Desprendimento, Egoismo, Empatia, Ganância, Gratidão, Histórias, Inveja, Mansidão, Murmuração, Quebra de Maldição, Vingança, etc.

Igualmente, Temas Teológicos, tais como: Adoração, Batalha Espiritual, Boas-obras, Consagração, Crescimento espiritual, Crucificação, Cruz de Cristo, Cura divina, Devocional, Discipulado, Dons espirituais.

Por exemplo, temas como Imposição de Mãos, Ilustrações evangélicas, Intercessão, Juízo Final, Livramento, Medo, Oração, interpretação da Palavra de Deus. Revelação, Sabedoria, Salvação, Santa Ceia do Senhor, Santificação, Soberania de Deus, Temor de Deus, Tribulação, Trindade, Unção do Espírito Santo, etc. Temas Ministeriais, tais como: Apologia, Autoridade ministerial, Avivadores, Avivalistas e Avivamentos, Capacitação, Defesa da Fé, Didática cristã, Evangelismo. Bem como Temas para jovens, Homilética e Hermenêutica, Pregação Bíblica, Pregação Expositiva, Pregação Temática, como realizar uma cerimônia de casamento evangélica, etc. Nesse sentido, lembre-se que uma vez cadastrado, você poderá também fazer comentários em qualquer na grande maioria das nossas publicações. Aproveite. Marque sua presença.

Enfim, ajude-nos nesta obra, orando por nós.

Em Cristo Jesus
Equipe Site do Pastor

Fonte: Site do Pastor