Eliseu e a mulher sunamita (Parte 2) – Série Eliseu (Mensagem 6)

Texto: 2 Reis 4.18-37

Introdução
– Depois de ter experimentado o milagre da concepção, a sunamita passou por uma severa provação.
– O texto nos traz alguns ensinamentos.

I.) Jamais perca a sua fé diante das perdas da vida – v. 18-27
– “A mulher perdeu seu filho, mas não a sua fé”.
– A mãe não se desesperou; colocou o menino na cama de Eliseu; não comunicou o marido sobre a morte do filho; foi rapidamente falar com Eliseu; não aceitou falar com intermediários; só abre completamente o coração quando está na presença de Eliseu.
– De alguma forma, se manteve firme na promessa.

II.) Demonstre compaixão pelas pessoas que sofrem – v. 27
– Geazi não demonstrou, mas Eliseu demonstrou.

III.) Entenda que nem sempre Deus nos revela o que está por vir ou vai acontecer – v. 27
– Deus não revelou a Eliseu o que havia acontecido, mesmo sendo ele um profeta.

IV.) Compreenda que os conflitos da vida trazem questionamentos – v. 28
– Eu não pedi um filho. Por que Deus me deu esse filho para depois tirá-lo? Eu não te pedi para não me dar falsas expectativas e falsas esperanças?
– É impossível fugir dos questionamentos. Muitos homens de Deus os fizeram. A Bíblia está repleta deles. Somente devemos fazê-los com reverência a Deus.

V.) Perceba que há situações em que não adianta delegamos a missão; somos nós mesmos que temos que resolver o problema – v. 29,31
– Apesar de estar com o bordão de Eliseu, e de todas as instruções detalhadas do profeta, Geazi não pode ressuscitar o menino.

VI.) Note que algumas bênçãos só serão recebidas mediante a insistência e a importunação – v. 30
– “Apenas mandar o seu ajudante não basta. Eu não vou te deixar enquanto você não for até lá”.
– Lembrar da parábola do amigo importuno (Lc 11.5-8) e na sequência Jesus incita a orar (Lc 11.9-13). E da parábola do juiz iníquo e da viúva insistente (Lc 18.1-8).

VII.) Ore de forma perseverante e aja de acordo com aquilo que você está pedindo a Deus – v. 33-35
– “As atitudes eram símbolo daquilo que se desejava, uma extensão da oração”
– “andou”, esperou a resposta.
– A oração está muito ligada com a ação. Não basta orar; é necessário estender a oração através de atitudes de fé.

VIII.) Expresse gratidão pelas bênçãos recebidas – v. 36,37.
– A atitude da mulher em se prostrar expressava sua gratidão pela ressurreição do filho e o reconhecimento de que Eliseu, de fato, era um homem de Deus.

Pr Ronaldo Guedes Beserra, SP, 05.05.2022

Ouça essa mensagem pelo YouTube em https://www.youtube.com/watch?v=JmVkZ3s38HQ&list=PLsjoeaXyI1DntYm5roXVwVa7Hw7GdmQw6&index=6

Siga o Pr Ronaldo no Instagram https://www.instagram.com/ronaldoguedesbeserra/

Visite o site do Pr Ronaldo em https://ronaldoguedesbeserra.com.br/

Sobre Cristianismo Total

Cristianismo Total é um blog evangélico que tem como objetivo difundir a fé Cristã, que é a mensagem através da qual o Deus Eterno se revelou à humanidade.



Fonte: Cristianismo Total