Eliseu e a mulher sunamita (Parte 1) – Série Eliseu (Mensagem 5)

Texto: 2 Reis 4.8-17

Introdução
– A amizade de Eliseu com a mulher sunamita se parece com a amizade de Elias com a viúva de Sarepta; da mesma forma que Elias ressuscitou o filho da viúva, Eliseu ressuscitou o filho da sumanita.
– Esse texto fala de dois milagres: Deus deu um filho à mulher e depois ressuscitou o menino.
– Vamos estudar um milagre hoje com suas aplicações.

I.) Devemos ser hospitaleiros e abençoadores sem esperar retribuição – v. 8-10
– “Não negligencieis a hospitalidade, pois alguns, praticando-a, sem o saber acolheram anjos” (Hb 13.2).
– Abençoar as vidas de outras pessoas (inclusive dos homens de Deus), abençoar a obra de Deus com nossos recursos materiais sem esperar retribuição, sem segundas intenções, sem motivações egoístas – v. 8-10
– Fez tudo isso porque viu uma necessidade e tentou supri-la.

II.) Devemos buscar discernimento e sensibilidade espiritual – v. 9,10
– Ela demonstrou discernimento para reconhecer um verdadeiro profeta – v. 9
– Ler Mt 7.15-20
– Ela demonstrou sensibilidade para entender que o profeta precisava de um lugar separado para oração – v. 10
– Nós também precisamos ter um lugar separado para a comunhão com Deus.

III.) Devemos ser reconhecidos como homens e mulheres de Deus – v. 9
– A mulher observava Eliseu; nós também somos observados pelas pessoas.
– Ler 1 Co 4.1,2
– Ao sermos observados, as pessoas têm nos reconhecido como homens e mulheres de Deus?

IV.) Devemos viver satisfeitos, contentes, com as nossas condições de vida – v. 13
– Não quer dizer que não possamos buscar melhorar, mas que temos que ser gratos pelo que Deus tem nos dado.
– Ler Fp 4.11-13.
– Temos aprendido a viver como essa mulher e como o apóstolo Paulo?

V.) Devemos buscar uma boa conversa com alguém próximo e de confiança quando precisamos de alguma percepção que se faça necessária – v. 14
– Geazi era provavelmente, até esse momento, essa pessoa na vida do profeta.
– Duas ou mais pessoas têm percepções e visões de ângulos diferentes sobre um mesmo assunto.
– “Onde não há conselho fracassam os projetos, mas com os muitos conselheiros há bom êxito” (Pv 15.22).

VI.) Devemos nos apegar às promessas de Deus, ainda que tenhamos vivido situações de frustração – v. 16
– Talvez, foram anos de frustração que ela finalmente havia conseguido superar.
– Por isso, tinha receio de ser iludida e criar expectativas que não viessem a se concretizar.
– Mas quando as promessas vêm de Deus nós podemos confiar.

VII.) Devemos ter em mente que as promessas de Deus se cumprirão no tempo determinado, segundo a Palavra de Deus – v. 17
– Esse texto faz lembrar Gn 21.1,2.
– Não se cumprirão nem antes, nem depois, mas no tempo certo.

VIII.) Devemos ter em mente que Deus recompensa aqueles que abençoam sem motivações erradas – v. 17
– Deus recompensou (retribuiu, abençoou) à mulher por sua hospitalidade e disposição de abençoar.
– Ninguém vence Deus em dar!

Pr Ronaldo Guedes Beserra, SP, 28.04.2022

Ouça essa mensagem pelo YouTube em https://www.youtube.com/watch?v=PLZENG5Pfqk&list=PLsjoeaXyI1DntYm5roXVwVa7Hw7GdmQw6&index=5

Siga o Pr Ronaldo no Instagram https://www.instagram.com/ronaldoguedesbeserra/

Visite o site do Pr Ronaldo em https://ronaldoguedesbeserra.com.br/

Sobre Cristianismo Total

Cristianismo Total é um blog evangélico que tem como objetivo difundir a fé Cristã, que é a mensagem através da qual o Deus Eterno se revelou à humanidade.



Fonte: Cristianismo Total