Batismo de Jesus

O nosso Senhor viveu como homem por cerca de um terço de século. Por uma boa razão, nem todas as atividades terrenas de Jesus estão registradas na Bíblia (João 21:25). Mas podemos ter certeza de que o que temos na palavra de Deus sobre Ele é suficiente para nos fazer reconhecê-Lo como o Cristo, o Filho de Deus (João 20:30-31). Um evento único na vida de Jesus foi o Seu batismo. Vamos examinar o que as Escrituras dizem sobre este evento, apresentando e respondendo uma série de perguntas:

1) Onde o Novo Testamento registra o batismo de Jesus? O registro bíblico do batismo de Jesus está em Mateus 3:13-17; Marcos 1:9-11 e Lucas 3:21-23.

2) Quem batizou Jesus e onde isso aconteceu? Marcos registra que “Jesus veio. E foi batizado por João no Jordão” (Marcos 1:9).

3) Onde Jesus estava antes de ser batizado? Em “Nazaré da Galileia” (Marcos 1:9).

4) O que Jesus estava fazendo em sua vida antes de seu batismo? Mais tarde, alguns perguntaram sobre Ele, “Não é este o carpinteiro” (Marcos 6:3). Assim, Ele devia estar trabalhando como carpinteiro.

5) Quantos anos Jesus tinha quando foi batizado? Após Lucas registrar o batismo de Jesus, ele imediatamente observou: “E Jesus mesmo, quando começou o seu ministério, tinha cerca de trinta anos de idade” (Lucas 3:23).

6) Qual foi a reação de João quando ele soube que Jesus queria ser batizado por ele? Mateus registra: “Mas João opunha-se a ele, dizendo: Eu careço de ser batizado por ti, e vens tu a mim?” (Mateus 3:14).

7) Por que Jesus foi batizado? O batismo de João era um “batismo de arrependimento para remissão dos pecados” (Marcos 1:4; Lucas 3:3). Jesus, porém, “não cometeu pecado” (1 Pedro 2:22) e, portanto, não poderia ter sido batizado para remissão de pecados. Qual, então, era o motivo de Seu batismo? Cristo mesmo disse a João em Mateus 3:16: “Permite agora; porque assim nos convém cumprir toda a justiça”. A Nova Versão Internacional traduz este versículo como “Deixem assim por enquanto; convém que façamos deste modo, para cumprir toda a justiça”. Jesus foi batizado para cumprir ou realizar a justiça, e uma vez que todos os mandamentos de Deus “são justiça” (Salmo 119:172), então deve ser o caso de que Jesus foi batizado em obediência ao mandamento do Pai. Daqueles judeus que se recusaram a receber o batismo de João, está escrito que eles “rejeitaram o plano de Deus para si mesmos, porque não foram batizados por ele” (Lucas 7:30). Ao ser batizado, Jesus certamente mostrou um exemplo de submissão à vontade de Deus que era digno de imitação para aqueles judeus que viviam em Seu tempo, assim como continua a ser um excelente exemplo de obediência para os homens que vivem hoje.

8) O batismo de Jesus foi uma imersão? Talvez você já tenha visto imagens ou filmes em que João Batista é mostrado derramando água na cabeça de Jesus enquanto eles estavam em água rasa. O derramamento de água na cabeça de alguém não é batismo bíblico. A palavra grega da qual nossa palavra “batismo” é traduzida simplesmente significa imersão ou mergulho. Isso é o que um verdadeiro batismo é em todos os casos, uma imersão em água. O texto de Mateus 3:16 afirma que Jesus saiu “da água” imediatamente após o Seu batismo. Dizer que Ele saiu da água indica que Ele primeiro teve que entrar na água. Nenhuma dessas ações (entrar e sair da água) é necessária para aspersão ou derramamento, ambos são práticas religiosas inventadas por homens imaginativos.

9) Qual era a diferença entre o batismo de Jesus e o batismo que os outros judeus receberam de João? João chamava os outros judeus a produzir “frutos dignos de arrependimento” (Mateus 3:8 – NVI). Aqueles que receberam a mensagem de João “foram batizados por ele, confessando os seus pecados” (Mateus 3:6). Como nosso Senhor viveu sem “pecado” (Hebreus 4:15), era impossível para Ele se arrepender ou confessar transgressões pessoais. Assim, como observamos acima (pergunta #7), ao contrário de todos os outros que receberam o batismo de João, Cristo não pôde ter sido batizado para receber a remissão dos pecados.