A morte na panela e a multiplicação de alimento – Série Eliseu (Mensagem 7)

Texto: 2 Reis 4.38-44

I.) A importância do ensino (de se compartilhar conhecimento), e a importância de se ter o interesse de aprender (de se assentar diante daqueles que têm algo a nos ensinar) – v. 38
– O que você tem para ensinar?
– Vivemos uma crise de falta de interesse no aprendizado, principalmente em relação às coisas espirituais.

II.) Falta de conhecimento (informação) adequada não é apenas perigoso, pode ser fatal (inclusive do ponto de vista espiritual) – v. 39
– É fácil sermos enganados pelas aparências.
– Boas intenções sem o devido conhecimento podem ter consequências desastrosas.

III.) Há muita “morte na panela” no alimento espiritual que tem sido compartilhado (servido) hoje em dia – v. 40, 41
– “Em muitas ‘escolas de profetas’, e em algumas igrejas, há ‘morte na panela’. A única coisa que cura a dieta envenenada é a refeição pura da Palavra de Deus” (Wiersbe).
– O alimento contaminado será solucionado com alimento sadio – v. 41
– Muitos seminários e denominações estão adaptando a mensagem bíblica à demanda cultural e social do nosso tempo (principalmente nas questões de gênero e sexualidade), e isso tem trazido morte espiritual.
– Um pouco de veneno pode estragar muita comida. É necessário combater o veneno com alimento sadio.

IV.) A importância de se trazer as primícias ao Senhor – v. 42
– Mesmo em um tempo de apostasia espiritual, e na falta de sacerdotes e levitas em Israel (Reino do Norte), esse homem guardou o ‘espírito’ da ordenança.
– Primícias = primeiros frutos, colheitas, recursos, ofertas.
– Vivemos um tempo de apostasia, de falta de sacerdotes e igrejas sérias. Mas há um remanescente e podemos e devemos trazer nossas primícias a esses lugares e servos de Deus.

V.) A importância de repartir e ser generoso quanto às dádivas que Deus tem permitido chegar em nossas mãos – v. 42
– O profeta não foi egoísta, não pensou apenas em si mesmo e em seu servo.
– Recebeu aquele alimento como provisão de Deus para o povo.

VI.) É necessário cuidado constante com a incredulidade – v. 43
– “Seu servo” aqui pode ser Geazi.
– Nós geralmente perguntamos: “Como?”
– “Cem” pode estar representando uma grande quantidade.

VII.) Deus sempre nos adverte a apenas ter fé, crer e obedecer – v. 43,44
– Faça o que Deus está mandando; é Ele quem garante o resultado segundo a sua Palavra!
– Na história anterior, a farinha não tinha propriedades mágicas. A fé que Eliseu possuía possibilitou o milagre.
– Aqui também Eliseu age em fé ordenando que as espigas e o pão sejam repartidos.
– Esse milagre nos faz lembrar a multiplicação de pães e peixes por Jesus.

Conclusão
– Essas duas narrativas ilustram que quem permanece fiel à Palavra de Deus, permanece sob os cuidados especiais do Senhor (ver Sl 33.18,19).
– O mesmo Deus que fazia milagres por intermédio de Eliseu continua realizando milagres ainda hoje!

Pr Ronaldo Guedes Beserra, SP, 12.05.2022

Ouça essa mensagem pelo YouTube em https://www.youtube.com/watch?v=5LOGSM9tZuw&list=PLsjoeaXyI1DntYm5roXVwVa7Hw7GdmQw6&index=7

Siga o Pr Ronaldo no Instagram https://www.instagram.com/ronaldoguedesbeserra/

Visite o site do Pr Ronaldo em https://ronaldoguedesbeserra.com.br/

Sobre Cristianismo Total

Cristianismo Total é um blog evangélico que tem como objetivo difundir a fé Cristã, que é a mensagem através da qual o Deus Eterno se revelou à humanidade.



Fonte: Cristianismo Total